Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

São Joaquim, Santa Ana e Nossa Senhora

 

 

 

 

São Joaquim, Santa Ana e Nossa Senhora

Autor: Desconhecido

Data: Século XVIII

Material: Madeira estofada e policromada

Dimensões (cm): alt. 46,5 x larg. 30 x prof. 21

Proveniência: Guimarães, Comissão de Melhoramentos da Penha

Proprietário: Guimarães, Câmara Municipal de Guimarães

N.º de Inventário: MAS ED 3

Este grupo escultórico representa Santa Ana, que, sentada num cadeiral ricamente decorado, ensina Maria a ler, usando um livro que está no seu joelho esquerdo. São Joaquim encontra-se de pé com as mãos apoiadas sobre um bordão, o seu olhar recai sobre as outras duas figuras.

Esta escultura alude a um episódio da infância de Maria, mas a Bíblia é completamente omissa relativamente ao nascimento, infância e juventude da Virgem anterior à Anunciação. Não existe sequer referência aos nomes dos seus pais. Estas lacunas da crónica oficial foram colmatadas, para satisfazer a curiosidade dos fiéis, pelos Evangelhos Apócrifos. Destes, os mais esclarecedores são: o Proto-Evangelho de Tiago, o Evangelho do Pseudo-Mateus e o Evangelho da Natividade da Virgem.

Estas narrativas popularizaram-se durante o século XIII por ação de Vincent de Beauvais, no seu Speculum Historiae, e do arcebispo-hagiógrafo Jacques de Voragine, na sua Legenda Áurea ou Lenda Dourada. Mas as que se referem aos pais da Virgem só inspiraram os artistas ocidentais a partir do final da Idade Média, graças ao culto tardio dedicado a Santa Ana.

Este grupo escultórico foi adquirido pela Câmara Municipal de Guimarães à Comissão de Melhoramentos da Penha para integrar o espólio do Museu Regional de Alberto Sampaio (ofício n.º 705-s, da Câmara Municipal de Guimarães, datado de 17 de julho de 1945).