Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

Cálice e patena

 

Cálice e patena

Autor: Desconhecido

Data: Século XIV, final

Material: Prata dourada e esmalte

Dimensões (cm): cálice – alt. 22 x diâm. 21; patena – diâm. 17,5

Proveniência: Guimarães, Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira

N.º de Inventário:  MAS O 38 e MAS O 39

Classificado como Tesouro Nacional, este cálice é em prata relevada e cinzelada, com aplicações de esmalte. Na base, surgem representados São Tiago, São Pedro, São João, Santo André e ainda outros dois santos de difícil leitura por ausência de caracterização iconográfica. A haste sextavada tem um nó ornado de ramagens e placas de esmalte, representando Cristo e santos, entre os quais São Pedro e São Lourenço.

A patena, também Tesouro Nacional, é de esmalte mais translúcido e, no seu centro, destaca-se um medalhão esmaltado, com Cristo em Majestade, dentro de mandorla, com o globo crucífero na mão.

Este conjunto pertenceu originariamente ao Mosteiro de São Torcato, dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho, e, por anexação da respetiva igreja à Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, em 1476, vieram a dar entrada no tesouro de Nossa Senhora da Oliveira.