Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

Cofre

 

Cofre

Autor: Desconhecido

Data: Século XV, 1.ª metade

Material: Prata dourada

Dimensões (cm): alt. 20,5 x larg. 36,5 x prof. 10

Proveniência: Guimarães, Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira

N.º de Inventário: MAS O 42

Classificado como Tesouro Nacional, este cofre tem uma estrutura interior de madeira, revestida exteriormente de chapa de prata dourada, relevada e gravada, com motivos vegetalistas.

Este cofre não apresenta nenhuma referência iconográfica ou inscrição que lhe confira um sentido religioso. Tratar-se-á, possivelmente, de um aproveitamento de um cofre profano, o que o torna um exemplar ainda mais curioso, uma vez que as alfaias domésticas deste período eram muito escassas.

Em 1527 continha cinco caixas de relíquias e outras atadas num pano, não identificadas. No século XVII, sendo prior Dom Diogo da Silveira, o cofre foi aberto e o seu conteúdo transferido para a arca dos Cunhas. A partir de então e até finais do século XVIII passou a servir de contentor do cofrezinho mais pequeno, utilizado como urna eucarística, em quinta-feira maior, no Enterro do Senhor.