Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

Virgem do Leite entre São Bento e São Jerónimo

 

Virgem do Leite entre São Bento e São Jerónimo

Autor: Desconhecido

Data: Século XVI

Material: Óleo sobre madeira de castanho

Dimensions (cm): alt. 192 x larg. 156,5

Proveniência: Guimarães, Igreja de São Miguel do Castelo

N.º de Inventário: MAS P 8

Nesta pintura a Virgem aparece coroada, amamentando o Menino, sentada num trono, ricamente vestida e adornada, pousando os pés em dois coxins de couro lavrado. São Bento e São Jerónimo ladeiam a Virgem. São Bento, fundador da Ordem Beneditina, surge vestido com um hábito negro, com o livro das regras que estabeleceu na sua mão esquerda e um báculo na direita. A seus pés a mitra alusiva à sua condição de bispo. São Jerónimo, um dos Doutores da Igreja, veste um hábito acinzentado, debruado a arminho e surge golpeando o peito com uma pedra. A seus pés está o leão, de cuja pata o santo retirou um espinho, tendo conquistado a sua amizade.

Ignace Vandevivere e José Alberto Seabra de Carvalho dedicaram-se ao estudo de um pequeno acervo de pinturas (MAS P 11, MAS P 3 e MAS PD 1) em que esta se inclui. Todas possuem o mesmo estilo de execução muito pessoalizado, bem como diversas afinidades estilísticas que parecem indiciar uma mesma autoria: uma oficina vimaranense, ativa no início do século XVI, com um interessante mestre desconhecido que escolheram designar como Mestre Delirante de Guimarães.