Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

Cruz processional

 

Cruz processional

Autor:  Manuel Pinto de Queirós (?)

Data: ca. 1848

Material: Prata e latão dourado

Dimensões (cm): alt. 115 x larg. 51,5

Proveniência: Guimarães, Irmandade de São Nicolau

Proprietário: Guimarães, Irmandade de São Nicolau

N.º de Inventário: OD 8

Nesta cruz, de grandes dimensões, o elemento mais original é o nó, em forma de urna, pois ostenta um báculo e uma mitra miniaturizados, evocativos de São Nicolau, e um livro aberto com uma citação de São Mateus. As insígnias episcopais evocam o santo, bispo de Mira, evidenciando que esta peça foi propositadamente feita para ele.

O ourives conjuga a prata, lisa ou lavrada, com o bronze dourado, cinzelado, que utiliza na imagem de Cristo, no duplo resplendor de raios setiformes, na ornamentação vegetalista dos extremos dos braços e da haste, na grinalda e nos acantos apostos ao nó.

A Irmandade de São Nicolau confiou à guarda do Museu de Alberto Sampaio um núcleo de pratas em que avulta esta cruz processional e o báculo da imagem do respetivo padroeiro, em tamanho natural. Esta irmandade conta mais de três séculos de existência e o santo bispo, patrono dos estudantes, continua a ser venerado pela academia de Guimarães, que realiza, em sua honra, na primeira semana de dezembro, as tradicionais Festas Nicolinas.