Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

Santa Margarida

 

Santa Margarida

Autor: Desconhecido

Data: Século XV

Material: Calcário policromado

Dimensões (cm): alt. 108 x larg. 39 x prof. 24

Proveniência: Guimarães, Igreja de São Miguel do Castelo

N.º de Inventário: MAS E 16

Escultura de Santa Margarida representada de pé, com vestes compridas, calcando um dragão, um dos seus atributos iconográficos, do qual emerge triunfante. Segura, na mão esquerda, um livro fechado. Na mão direita, que se encontra ausente, deveria segurar um crucifixo que é igualmente um dos seus atributos habituais.

Reza a lenda que Santa Margarida foi engolida por um dragão, de cuja barriga conseguiu sair rasgando-a com uma cruz. Foi, então, adotada como padroeira das grávidas.

Em Guimarães, era à Igreja de São Miguel do Castelo que as grávidas afluíam para pedirem a Santa Margarida um parto fácil. A pequena igreja é, por isso, conhecida também por Igreja de Santa Margarida.

Esta escultura, que se venerava no altar do lado do Evangelho, tem uma delicadeza de expressão e nobres proporções que denunciam a mão hábil de um escultor de alguma qualidade, certamente do centro do reino (como se confirma pelo calcário em que foi lavrada).