Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00. Museu à Noite: 18h-22h30

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

Palacete

Palacete

Situado na emblemática Praça de Santiago, este edifício oitocentista tem vindo a contribuir para o enriquecimento cultural da cidade, dada a diversidade de eventos que os seus espaços permitem dinamizar.

O Palacete de Santiago é um edifício construído junto do coração da cidade medieval, na Praça de Santiago, junto aos antigos Paços do Concelho e perto da Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira. O palacete foi construído em meados do século XIX, no contexto do liberalismo triunfante, e refletindo a promoção social da burguesia comercial e industrial em ascensão na cidade. Edificado para ser casa de família, foi ocupado de 1872 a 1878 pelo Banco de Guimarães, onde trabalhou Alberto Sampaio, patrono do Museu.

Posteriormente pertenceu ao Banco Comercial de Guimarães, e em 1891, com a restauração da Insígne e Real Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, foi aí instalado o pequeno seminário-liceu de Nossa Senhora da Oliveira, inaugurado em 29 de novembro, pelo rei D. Carlos, e tendo aí permanecido até 1893. Em 1912 o edifício foi vendido a um particular, e em 1971 foi arrendado pela Câmara Municipal, para aí colocar provisoriamente o Centro de Saúde. Após obras de restauro, foi inaugurado como ampliação do Museu de Alberto Sampaio, em 26 de junho de 2014.

Espaço Expositivo

Exposição temporária no Palacete Santiago.

Biblioteca

Lombadas de livros da biblioteca do Museu

Reservas Museológicas

Livro de Cantochão em couro e pergaminho