Horário: De terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Rua Alfredo Guimarães

4800-407 Guimarães

O registo do primeiro milagre conhecido de Santa Maria da Oliveira, Padroeira do concelho de Guimarães, data do dia 8 de outubro de 1342.

O ‘Livro dos Milagres de Nossa Senhora da Oliveira’ dá conta de que, nessa época, Pedro Esteves adoeceu e seu irmão Gonçalo seguiu a vontade de Deus ao encaminhá-lo para a região da Normandia, em França. Aí adquiriu Pedro uma primorosa cruz esculpida que trouxe para Guimarães.

A cruz foi colocada na antiga alcaçaria, ao lado da Oliveira que estava seca, mas que, por ‘milagre’ de Santa Maria de Guimarães, em três dias reverdeceu e começou a deitar ramos.

A informação pertence a um documento do arquivo oferecido ao Museu de Alberto Sampaio pela Família Mota Prego Pereira Leite, a quem agradecemos.